quinta-feira, junho 02, 2005

Esta semana, o Blog Pensar Enlouquece deu uma dica de leitura que eu achei simplesmente fantástica. Então, é claro, vou ter que repassá-la aqui.


A Revista americana Wave, na onda da Febre de Star Wars causada pelo novo filme da série, escreveu um review à respeito do filme "Os Trapalhões na Guerra dos Planetas", que primeiro, é de rolar no chão de tanto rir, segundo, deixa o cidadão matutando por dias aonde diabos eles foram encontrar uma versão legendada em inglês de tal filme, e terceiro, por que alguém que não cresceu no Brasil assistindo Os Trapalhões se interessaria em vê-lo?...

O review do filme é todinho em inglês, e mesmo se alguém aqui não dominar a língua, mas souber pelo menos um pouquinho, vale à pena investir um tempinho nesta leitura. Especialmente, os idosos como eu, que passaram pela experiência de assistir Os Trapalhões na Guerra dos Planetas quando ainda estava em cartaz no cinema, em 1978. Eu lembro que a minha avó me levou para assistí-lo, juntamente com a minha irmã, e alguns dos meus primos!

Para total deleite, clicar aqui
Mais interessante ainda, foi que enquanto pesquisando, acabei achando este outro review - Film Threat - o que me deixou ainda mais encafifada, pensando, depois de tanto tempo, o que fez os americanos atinar para este filme?

Algumas das minhas partes favoritas do review da Wave Magazine, traduzidas aqui;



"No Brasil, eles mantiveram Star Wars mais ou menos do mesmo jeitinho, apenas jogaram uns 4 idiotas da Terra na mistura"

"Existe uma leve barreira entre os idiomas, já que o filme é em Português, língua que eu não falo, e as legendas são em Inglês, língua que a pessoa que legendou não fala."

"Apesar de oficialmente retardado, o filme perde completamente seu focus depois da cena da cantina. Na procura por Zuco, os trapalhões encontram perigos diversos, tipo - homens invisíveis, frutas voadoras, uma tarântula gigante, e um filhote de homem-pássaro! Cada problema é resolvido da mesma maneira - pânico primeiro, depois correndo na direção oposta ao inimigo."

"Os Trapalhões na Guerra Dos Planetas veio nos mostrar como é grande a barreira na comédia entre o povo da América do Norte e o povo da América do Sul. Enquanto nós preferimos ver pessoas fazendo sexo com tortas, a maior parte das piadas no Brasil parece consistir de pessoas dançando quando normalmente não deveriam dançar, ou atacando alguém fisicamente. Mas mesmo considerando a enorme diferença na comédia da nossa cultura, depois de dois filmes estrelando Jar Jar Binks, eu ainda digo que os Brasileiros são mais engracados que George Lucas."



O DVD. Quem souber aonde encontrar esta pérola por aqui, por favor, me diga!


D E M A I S !!!

15 comentários:

Gabi disse...

Eita, a primeira vista pensei que tinha entrado no blog errado, mas ai vi sua fotinho e vi que to no lugar certo, ficou bacana viu? Esses filmes dos trapalhões são uma loucura, eu adorava... Beijão

cilene disse...

Eu tambem..mudou tudo..gostei, verde com branco e bom demais..queria assistir esse filme ai..porque gosto muito dessa serie. vi todos..queria ver o outro lado tambem. Gosto do outro lado, vc sabe. Feliz fim de semana.
beijos, cil

mariah1979 disse...

Vejo que fez mudanças por aqui... Eu quero assistir Star Wars, assim que tiver um tempinho...

Paula disse...

Nossa, que viagem...vi o filme, alias vi praticamente todos do Quarteto e cheguei a abracar na minha infancia dentro de um circo o Didi, Dede e Mussum. Ano passado o Dede fez uma intervencao cirurgica na clinica oftalmologica onde trabalha minha prima. Ele esta fora de forma e com a expressao facial modificada em decorrencia da (s-?) cirurgia (s-?) plastica (s-?) que fez, mas minha prima que o acompanhou o tempo todo diz que o moco eh pura simpatia! Os outros dois que citei acima nao estao mais conosco, mas terao minha afeicao eterna...Agora, o Didi, sinceramente eh um cara super egoista na minha opiniao. O "Crianca Esperanca" do ano passado mostrou a reconciliacao do Dede e do Didi e ali o constrangimento de ambos era visivel. Putz, hoje em dia o Didi pra mim se chama Renato Aragao e ele foi muito sujo com o Dede e ate onde sei com o Zaca e o Mussum too e eh por isso que nao sou fa mais dele. Agora, que deu uma vontade de rever o filme, nao vou negar que deu! Laura, valeu pelo post! Beijao!

Laura disse...

Paula, eu sempre estranhei o fato do Didi nao mais trabalhar com o Dede. Naquele Programa insosso que ele tem (Turma do Didi) eu vejo que ele tentou imitar a velha forma, do quarteto, com outros caras diferentes, inclusive um que meio que se comporta como o Zacharias. Mas como faz tempo que moro fora do Brasil, perdi o lance quando Didi e Dede se desentenderam. Acho estranho tambem que Renato Aragao parece ter o controle de tudo que leva o selo "os trapalhoes". Nao sei como essas coisas funcionam, mas sempre achei que o Dede tambem deveria ter direito a suas obras, assim com as familias do Mussum e Zacharias. Eh lamentavel que a relacao de pessoas que trabalharam maior parte de suas vidas juntas, acabe deste jeito.

Paula disse...

Olha, menina...estou por fora do detalhe da briga dos dois, so que ja ouvi muita gente boa falando e escrevendo que o Renato Aragao foi desleal dentro do Quarteto. Alias o adjetivo supracitado eh deselegante demais pra narrar o que esse sr. fez.Bom, voc sabe qual a formacao academica do Didi, ne? Advogado...rs...Agora, me parece que o Dede esta trabalhando com o Beto Carreiro. E ja ouvi dizer que a familia do Mussum passa altas necessidades. E a tal da "Turma do Didi" eh um plagio descarado do que os "Trapalhoes" foram um dia. E que ha meu ver nao cola. Minha priminha que reside em Curitiba nunca ouviu falar no Didi, pra voc ver...

Paula disse...

Desculpa, o erro no primeiro comment...eu abracei o Zacarias no circo...meu Trapalhao preferido. Pra voc ver como desde aquele tempo o Didi ja era estrelinha, ne? O trio se apresentava em circos no interior do pais pra aumentar a renda no final do mes. Beijao!

Paula disse...

sorry again "o adjetivo supracitado eh elegante demais"...

Laura disse...

Laura, tks pelo comentário no meu blog, tbm já tinha te lido mtas vezes, passei a assinar, laura de lauravive, para não dar confusão.
Vc é a Laura amiga de fernando e leila, né?
Abs, laura, de lauravive.

Laura disse...

Paula, eu não consegui te encontrar por ai, obrigada pelo comentário de outro dia sobre a Betânia, e por me ler em silêncio. Um bj, laura.

Paula disse...

Bom,ja que a Laurinha eh impecavel como anfitria... talvez ela nao se importe que eu agradeca aqui no cantinho a Xara dela que sempre nos proporciona posts de alta qualidade! Beijao as duas e otimo final de semana!

Laura disse...

Imagina, claro que nao me importo. Garotas, fiquem a vontade!

Paula, naquele comentario a respeito da familia de Mussum passar dificuldades, se eh verdade mesmo, ai que chega a dar uma dorzinha no coracao. Eh malvadeza, diante do que o Mussum construiu, sua familia ficar desamparada depois da sua morte.

Meu pai ja comentou varias vezes como conheceu o pai do Dede (e ate o Dede tambem), nos tempos de menino dele (meu pai), nos passeios que o circo dava pelo interior de Pernambuco, indo parar na terra do meu pai, ou nas cidades vizinhas.

Fernando disse...

Laura, se vc souber usar o eMule, dá pra baixar esse filme dos Trapalhões inteiro através dele. Só não espalhe que fui eu que disse. :) Abraços.

Paula disse...

Nossa, Laura...so to entrando agora, mas parece que eh vero o lance da familia do Mussum...tadinhos, ne? E que show que seu pai conheceu o progenitor do Dede e o proprio, ne? Ah! Me lembro de ter visto no Video Show ha milhares de anos atras...que o Dede eh cigano, sabia dessa? E ele foi casado com uma atriz que eh cigana tambem, ate famosa...ela fez a mae da Juma na novela que aquele pedaco de mau caminho do...putz...aquele cara que vive sem camisa era delegado...Ai, Laura, nao estou em casa e esta dificil acessar por aqui...mas parece que o nome da atriz e ex-esposa do Dede eh Maria Rosa. Bom, volto mais tarde pra confirmar, ta? Beijao!
PS: Valeu por emprestar seu canto pra dar um alo, alo pra tua xara! Thank you!

Laura disse...

Fernando, valeu pela dica! Eu tenho Emule sim, se bem que na maioria do tempo eu tenho usado o meu laptop la em casa para fazer downloads, e como o laptop tem wireless connection, tem esse lance de perder a conexao de tempo em tempo. Ai os downloads tem ficado muito demorado.

Paula, ontem eu estava assistindo aquele horror de Domingao do Faustao (nao me pergunte porque. Faz tempo que eu desisti daquele programa de indio), mas ai ele trouxe um menininho Mussunzinho, para entrevistar, e comecou a mostrar ao menino um montao de comentarios de outras pessoas a respeito de Mussum. Mussunzinho eh filho de Mussum e trabalha na novela das 8. Eu nao sabia disso ate ontem. O coitadinho ficou tao emocionado! Voce viu? Dai, parece que ele eh filho de uma segunda mulher de Mussum, e tem irmaos de um primeiro casamento de Mussum, uma coisa assim. Ai, no final, Faustao apresentou ele a umas pessoas e depois disso eles foram encaminhados para uma conversa de familia, particular, longe das cameras.
Beijos

Arquivo

   
eXTReMe Tracker