domingo, setembro 30, 2007

O Acaso

"Só o acaso pode ser interpretado como uma mensagem. Aquilo que acontece por necessidade, aquilo que é esperado e que se repete todos os dias, não é senão uma coisa muda. Somente o acaso tem voz. Tentamos interpretar o acaso como as ciganas lêem no fundo de uma xícara o desenho deixado pela borra de café!
O acaso tem suas mágicas, a necessidade não. Para que algo seja inesquecível, é preciso que os acasos se juntem desde o primeiro instante, como os passarinhos sobre os ombros de São Francisco de Assis."

Milan Kundera







Seth MacFarlane

Em 10 de Setembro de 2001, Seth MacFarlane, o criador de Family Guy, se encontrava no Estado americano de Rhode Island dando uma palestra na Universidade aonde estudou. No dia seguinte estaria voltando ao trabalho em Los Angeles.

Seth acabou chegando ao aeroporto com 10 minutos de atraso e não conseguiu embarcar no avião. Ainda discutiu com a funcionária no portão de embarque, dizendo que por conta da sua carga horário de trabalho já estava acostumado a chegar assim atrasado, mas eles sempre lhe davam uma maozinha e deixavam ele embarcar.


Não dessa vez, dessa vez a funcionária foi categórica. Falou que ele que teria que esperar pelo próximo vôo. 15 minutos mais tarde o avião que ele acabara de perder, vôo 11 da American Airlines chocou-se contra uma das torres do World Trade Center.
Sentado no aeroporto, ainda esperando, assistindo tudo pela tv, Seth comentou com a pessoa sentada ao lado dele "Eu era pra estar naquele vôo"

Desde então, sempre que perguntado à respeito, Seth diz que apesar do choque, procura não se deixar abalar. A vida segue em frente, todos os dias as pessoas são afetadas pelas coincidências, pelos acasos da vida.

6 comentários:

kel disse...

Laurinha,

Vc ja assistiu Butterfly Effect ??? Tem relacao com o acaso e conta como um detalhe minimo pode interferir no conjunto todo... enfim, o acaso existe e assusta ...
Vou te contar entao essa ... um dia, quando fazia faculdade de ADM no Brasil, estava sem carro e peguei carona com dois colegas (Sandro e Marcos) de faculdade, assim que me deixaram em casa, eles sofreram um acidente terrivel, o cara que estava no volante nada sofreu, o passageiro (Marcos)(que estava no banco da frente, lugar onde eu estava ha minutos atras) ... teve traumatismo craniano, ficou em coma e nunca mais voltou a andar ou a falar normalmente ... Demorei muito tempo, pra entender tudo isso, pra entender que ha 5 minutos atras era eu quem estava naquele banco ... As vezes, ainda vejo, o rapaz que ficou com sequelas ...ele ainda mora em Foz, a imagem dele me doi muito, me perturba ... e como se me dissese que poderia ter sido eu ... e uma alegria meio perturbadora, desconfortavel ...
enfim ...

beijos

Marshall disse...

é, mas o acaso é assim mesmo, não da para explicar mas muda a vida de algumas pessoas pra sempre!

quanto ao pavê de sonho de valsa que falou no meu blog, deve ser muito bom mesmo hein? Deu água na boca (muito melhor do que aquela sobremesa tosca mais cara do mundo!!)
bjs

Sonho Meu disse...

Minha opiniao é... quando nao dar, nao força a barra, quando nao dar é porque nao tinha que acontecer !
Sorte dele, nao foi mesmo ?
bjos,
me

cilene disse...

Nossa que historia.fiquei toda arrepiada porque prova que temos uma hora para morrer..

Sonho Meu disse...

Oi Laurinha...vai lá no meu blog, que tem um premio "procê".
bjos,
me

Dona Minhoca disse...

Eu sempre fico muito impressionada com essas histórias, sinceramente.

Arquivo

   
eXTReMe Tracker