quarta-feira, março 23, 2005

É cada uma!

Como eu trabalho numa agência de empregos, faz parte do meu dia contactar pessoas que deixam messagens para gente, ou mandam seus currículos procurando empregos. Daí eu vou, e ligo de volta para cada uma delas.
Tem dias que eu vou contar, é dificil manter a compostura. Quando você fala com uma variedade de pessoas assim, é que você realmente entende como tem gente exquisita neste Mundo.

Abaixo segue a lista das minhas ligações ontem. Parece até mentira, mas acredite, não é não.

A primeira da minha lista, esta mulher da Florida. A secretária eletrônica atende com uma música do Lenny Kravits de fundo:
- "I want to get away! I want to flyyyy awaaay, yeah, yeah, yeah..." 1 minuto se passa, e eu lá 'yeah, yeah, yeah" escutando música.. Eu já estou me empacientando quando a voz da mulher entra em ação "Você ligou para xxx número, no momento não estamos, deixe o seu recado" - eu vou me preparando pra falar, sou interrompida por mais música "I want to get away..." - Deu vontade de dizer "minha senhora, mude esta mensagem brega, por favor!", mas ao invez eu comecei a falar "Fulaninha, aqui é Laura da Agência de emprego. Nós temos uma posição de assistente administrativo...." BIPP-BIPP - a secretária interrompe "Desculpe! Você não está autorizada a deixar este recado". E desligou na minha cara. Sem gozação nenhuma, foi assim mesmo que aconteceu! A secretária eletrônica da mulher me deu um fora!
E eu fiquei aqui pensando que seria ótimo ter uma dessas lá em casa pra quando minha cunhada ligar.
Pois bem. Lá se foi uma da minha lista que eu não consegui contactar. Próximo!

Um homem que mora na Georgia, procurando um trabalho de Graphic Designer.
Novamente a secretária eletrônica atende "Alô, aqui quem fala é o refrigerador! A secretária no momento não pode atender. Deixe o seu recado comigo" BIP!
Tá bom, desta eu até gostei, fiquei aqui rindo sozinha. Mensagem interessante. Deixei o recado com o refrigerador então. Próximo da lista.

Outra mulher, desta vez do Texas. Eu ligo, a secretária atende (ninguém neste País atende o telefone. Eles deixam a secretária escanear as ligações primeiro).
- "YO! YO! YO! Aqui quem fala é o V.I.P.! Isto mesmo, o V.I.P., YO! Deixe o seu recado, YO! Se eu estiver afim, eu ligo de volta" rap music tocando de fundo! O V.I.P. tem voz de homem, e sotaque carregado em Ebonics. Eu mereço! ... Eu falo inglês, Ebonics ainda não aprendi. Foi difícil de entender esta mensagem ridícula, principalmente com rap de fundo musical! Esperei pelo bip pra começar a falar. Meio segundo depois, a dona pega o telefone "hello! Hello! Sim, sim, pode falar, eu estou aqui" Risadagens no fundo. Ela grita pra alguem "Shut Up!" No meu ouvido não, dona maria, tem dó!

Próxima ligação - desta vez a secretária eletrônica está mal programada. Só me deixa falar duas palavras, e corta a ligação. Tive que ligar 3 vezes somente para deixar o meu nome e número.
- Hello! It's Laura - BIP!!
- From TAC! - BIP!
- call xxxxxnumber - BIP!

Ah, e os nomes? Os nomes que os pais dão aos filhos. É covardia! As vezes eu fico com medo que a pessoa va me dar um fora por não ter pronunciado o nome dela corretamente.
Na minha lista do momento tem:
Swavette,
Tahana,
Lewanne,
Lagaytria (sem zona nenhuma)
LaShaunda
Nekeva (que eu sem querer pronuncie Neveka! oops!)
Vakecia
Darlisha
Latorrean (que eu não sei se é homem ou mulher)
Montrese
... Vamos combinar que isso não é nome de Americano, isso é nome de doido. Nome de americano é James, Paul, Andrea, Linda, Jessica, Bryan, William, Debra..

Assim não dá!!!!! Que trabalho glorioso este meu! Contando, parece mentira!

3 comentários:

Raquel disse...

Laura,


Com certeza tem muita gente estranha nesse mundo. E acho que aqui nos EUA, as pessoas tem estranhezas bem específicas e diferentes das nossas. Eu já vi muita coisa estranha por essas bandas também ...
Quanto a não atender ao telefone e deixar a secretária atender, eu entendo bem,pois a maioria das ligações é telemarketing, doações para as criançinhas carentes, companhias de mortgage.
Mas acho que a sua ligação deve ser muito bem vinda, afinal emprego sempre é bem vindo...
Falando nisso, liga prá mim...prometo atender, não colocar Lenny Kravitz ao fundo, não mandar ninguém "shut up"quando estiver com vc ao telefone...ah e ainda podemos falar em português !!!

Juliana disse...

Liga pra mim tb!!!!! rsss
Olha que seu trabalho nao e o pior do mundo, tem pioressssssss.
Tudo bem com vc?! E o filhao lindo!?
Assim que esquentar um pouco vamos marcar para nos encontrarmos, duas nordestinas arretadas com essa Gaucha sem sotaque! rrssss
Beijoss

Tom disse...

Laurinha...
Ninguem merece esse povo daí!
Eita povinho doido, meu Deus!
Interessante é que eles não deixam de ser contratados por ter essas características estranhas.
Gosto sempre de, quando estou lendo seu Blog, ficar comparando com as sandisses daqui também.
Mas tenho certeza, aqui, se o povo fizesse metade do que você contou hoje, nem a sombra dessa pessoa passaria na porta da empresa que quer contratar.
O povo aqui é muito rígido com os funcionários. E fora que ainda tem o fato de que, quando você chega numa empresa, os que já trabalham lá te observam e viram uma espécie de espiões fofoqueiros com uma mistura de matadores sanguinários prontos para te deletar e te espulçar para fora da empresa humilhado e com a moral lá embaixo.
Mas é assim mesmo... temos que sobreviver!
É engraçado nao termos o costume de usar a secretária eletronica aqui no Brasil. A gente até que tenta, mas os recados que deixam sao sempre os mesmos: TUP, TUP, TUP, TUP, TUP, TUP, TUP, TUP...

Arquivo

   
eXTReMe Tracker