domingo, fevereiro 11, 2007

Fazendo a minha parte

A convite de Andréa aqui está a minha participação no meme das minhas 3 atitudes ecoconscientes (e contra o aquecimento do nosso planeta)





Acho que o para mim o primeiro passo foi a conscientização. Aliás, este é o primeiro passo para todos nós. Não adianta querer melhorar nada quando não estamos atinados para o problema.
Eu também ando falando à respeito para outras pessoas. Recomendo o filme do Al Gore pra todo mundo.
Os meus colegas de trabalho, por exemplo, é uma galera totalmente alienada. Numa conversa sobre o tema, eu ouvi de uma das minhas colegas que não importa muito pra ela se o planeta for pro beleleu, porque daqui pra lá ela não vai mais estar viva mesmo. Um outro me falou que o global warming deveria ficar por aqui um tempinho, pra amenizar o inverno de Boston. Eu tenho até medo de imaginar quantas pessoas neste mundo pensam assim. Então pra mim conscientização para todo mundo é sem dúvida o primeiro passo.

Economizando. Eu me acho uma pessoa econômica. Eu tento evitar os disperdícios. Na minha casa nós tentamos economizar energia. Nós temos sistema de ar-condicionado e aquecimento central, com ajuste automático, desse jeito é possível ajustar a temperatura sempre à um nível confortável, nada muito quente, nada muito frio, porque assim o sistema não está sempre trabalhando, gastando energia. Quando saimos de casa, desligamos o sistema, desse jeito não tem ar-condicionado ou aquecedor funcionando sem necessidade quando não tem ninguém em casa. Durante o dia, eu tento manter as cortinas abertas para entrar o máximo de luz natural possível dentro de casa, pra não estar acendendo luz sem necessidade. De noite, depois de jantar, ou fazer as atividades necessárias, eu gosto mesmo é do escurinho para assistir televisão. Nada aceso. Pra dormir a mesma coisa. Nada de luz noturna, ou outras besteiras. Aliás, se tiver luz no quarto, eu não consigo nem pegar no sono direito.
Estou sempre apertando as torneiras, para evitar pinga-pinga, e disperdício de água.
Tento fazer o laundry (lavar roupa) somente uma vez por semana.
Na hora de lavar pratos, eu lavo tudo na mão mesmo. Eu tenho uma lava-louça porque a minha cozinha já veio equipada com uma, mas pra falar a verdade, eu nem tenho o costume de usá-la. Somos somente 3 na minha casa, e pra mim é mais fácil lavar 3 pratos, 3 garfos, 3 copos na mão mesmo, que colocar numa lava-louça. Afinal o que eu levo 3 minutinhos pra fazer, a lava-louça leva 1 hora. Então fala sério. Então eu arregaço as mangas e boto os músculos para funcionar. A lava-louça fica somente para situações de festa, convidados, quando a quantidade de coisa suja triplica.

Reciclando. No quesito reclicagem, ainda tenho muito o que aprender, mas eu reciclo garrafas e latas de bebidas, e papel. Aliás, com relação a papel, eu evito estragos. Se eu não tiver que imprimir nada, então eu não imprimo. No meu trabalho, a minha mesa fica próxima a impressora, e a quantidade de coisa que a galera imprime e esquece de ir buscar, fica rolando em cima da impressora, sem uso, sem necessidade, é um verdadeiro absurdo. No meu trabalho antigo, eu colocava lembretes de -Vamos economizar papel- pregados na parede acima da impressora. Nesse trabalho, estou lá a um pouco mais de um ano, e ainda não me sinto confortável para fazer isso, mas qualquer dia desses eu quebro esse gelo.



São pequenos passos, eu sei, mas como falou o Al Gore naquele filme, se cada um de nós fizermos um pouquinho, a diferença se torna grande.

13 comentários:

Maitê disse...

Oi!

Também acho querida Laureti...

Fazendo um pouquinho ,melhora um montão... Bjos

Andréa N. disse...

Obrigada pela particpação, Laurinha. E concordo contigo e com a Maitê- contanto que cada um de nós faça a sua parte, a coisa melhora, afinal de contas nós somos os responsáveis, as pessoas que vivem nesse planeta. Uma beijoca e boa semana!

Andréa N. disse...

Sabe o que eu me lembrei? Que o aniversario do teu blog ta chegando! Lembre-se de escrever uma coisinha, pra gente vir soprar as velinhas. Hoje o meu faz 2 anos. Vixe, como o tempo voa...
Beijoca.

luma disse...

É isso aí Laurinha!! Eu além dessas atitudes que toma, evito usar as famigeradas sacolas plásticas que o comércio disponibiliza. São pequenas atitudes que somadas...já sabe!! Beijus

Tom, um ser diferente... disse...

Laurinha,
Adorei o post!
Também estou preparando o meu. Assim que publicar venho aqui te avisar.

Olha... A saudade é uma virtude de quem tem sentimentos nobres!

Te amo, maluquinha!
Beijos no coração!
Tom

José António disse...

É mesmo preciso fazer e não há muito tempo. Mesmo para quem já ganhou milhões destruindo o Planeta está na hora de perceber que não adianta querer ganhar mais se depois não vai ter onde gastar. Oa Americanos já perceberam e seguramente teremos uma revolução a médio prazo.

José António disse...

É mesmo preciso fazer e não há muito tempo. Mesmo para quem já ganhou milhões destruindo o Planeta está na hora de perceber que não adianta querer ganhar mais se depois não vai ter onde gastar. Oa Americanos já perceberam e seguramente teremos uma revolução a médio prazo.

Meire disse...

Oi Laurinha, vim agradecer a tua visita no post Luto por joao Helio e aproveitar paraa te conhecer...

Naeno disse...

Estou fazendo a minha parte, passarinho,
Estou vertendo água dos olhos.
Gota a gota, derramando, passarinho,
Sem nem ter quem me console.

Estou fazendo dessa dor, uma promessa,
Que sem ver já estou pagando,
E sem ter razão, que vida, passarinho,
Eu canto ainda, e o teu nome vou chamando.

Passarinho um rio indo na corrente,
É um destino, que só se acaba com a morte,
Contravir é sacrifício,
Que só peixe faz, perdido,
Condfundindo o sul e o norte.

Uns beijos

Naeno

Andréa N. disse...

Eu fico triste quando chega o carnaval. E eu nunca pulei carnaval na vida, go figure...

Lembrei de vc que como boa pernambucana deve curtir, ja que o carnaval de recife (e de olinda) eh um dos mais bonitos do mundo... Beijos solidarios.

Cadinho RoCo disse...

Podemos e devemos estar sempre observando nossos hábitos. Isto é respeito ao outro. Isto é postura social. Isto é educação.
Cadinho RoCo

Naeno disse...

PASSARINHO

Estou fazendo a minha parte, passarinho.
Estou vertendo água dos olhos.
Gota, a goita, derramando, passarinho,
Sem nem ter quem me console.

Estou fazendo dessa dor uma promessa,
Que sem nem ver, já estou pagando.
E sem ter razão, que vida, passarinho,
Eu canto ainda, o teu nome vou chamando.

Passarinho um rio indo na corrente,
É um destino que só se acaba com a morte,
Contravir é sacrifício,
Que só peixe faz, perdido,
Confundindo o sul e o norte.

Um beijo

Naeno

leti disse...

Os universitários precisam efetivar seus conhecimento e participar mais dos assuntos ligados ao meio ambiente
ob. principalmente os est. geografia e biologia.
olhem as nascentes de seus municipios
em que condições encontram-se?

Arquivo

   
eXTReMe Tracker