quinta-feira, agosto 09, 2007

30 anos sem o Rei



Este mes faz 30 anos que o Elvis Presley morreu (em 16 de Agosto). Não são muitas pessoas que sabem, mas eu ADORO Elvis. Me lembro como se fosse hoje, sentada nas escadas lá de casa na hora de subir pra dormir, espiando o Jornal Nacional anunciando a morte do Elvis. Eu tinha 8 anos, e até então nunca tinha notado ele. Mas aquele homem bonitão na televisão, com aquele vozerão todo, e o auê que a morte dele causou no mundo todo me impressionou. Passei a prestar atenção.

As vezes, quando estou dirigindo para o trabalho, eu coloco o meu rádio satélite no canal Elvis (24 horas de Elvis, todos os dias). Vou dirigindo ouvindo as músicas dele pra fugir da mesmice.

Elvis era um cara estranho apesar de tudo. Perdeu a mãe muito cedo, com quem ele tinha uma conexão muito grande, ficou meio perdidão depois disso. Tomava remédio pra dormir e depois remédio pra acordar. Os médicos davam as prescrições todas que ele pedisse. Também fazer o que? Dizem que Elvis passava assim numa concessionária e comprava uns 10 carros de uma vez pra dar de presente pra quem ele queria. O povo tirava a maior vantagem, e ninguém nunca dizia não pra ele.

Virou o Rei do Rock ainda novinho, ficou mimado, mal acostumado, tinha muita gente pra cuidar dele. A mulherada do mundo todo dando em cima. Aquilo tudo deve ter pirado com a cabeça do cara. Mesmo assim, o amor da vida dele sempre foi a Priscilla. Ela tinha 14 anos quando os dois se conheceram, ele já estava na faixa dos 20. Mas ele esperou ela atingir a maioridade para casar com ela. O casamento terminou em divórcio, Priscilla não suportou as escapadas do marido e todas aquelas mulheres dando em cima o tempo todo.

Nos seus últimos anos, ja fora de forma, cansado, doente, nunca parou de fazer shows. Esquecia a letra das músicas, inventava, ninguém nem se importava. Lotava todos os shows e a mulherada se esgoelava de gritar, não estavam nem aí.

Morreu aos 42 anos de um ataque cardíaco. Super acima do peso, viciado em remédios, sem cuidar da saude (comia diariamente sanduiches fritos na manteiga de banana com pasta de amendoim). O coração não aguentou o tranco.

Alguns fatos interessantes -
Elvis era na verdade loiro, e pintava o cabelo de preto porque achava que ficava melhor.
Elvis tinha um irmão gêmeo que já nasceu morto
Elvis só deu concertos nos Estados Unidos e Canada. Nunca cantou em nenhum outro país além desses.
Enquanto vivo, Elvis doava dinheiro anualmente para mais de 50 instituições de caridade. Todas as doações eram mantidas em total sigilo.
Elvis era caipirão do Tennessy, foi motorista de caminhão antes de ficar famoso.
De acordo com Forbes.com, Elvis é uma das celebridades mortas mais bem pagas da história, juntamente com Kurt Kobain and Charles Schulz (o criador de Peanuts).
Elvis adorava Las Vegas, até casou-se lá. A cidade passou a ser praticamente a Capital Mundial dos "Elvis" depois da sua morte, quando foi tomada pelos seus imitadores. Hoje em dia é possível até ser casado por um Elvis em uma daquelas capelas de casamento instantâneo.

"Before Elvis, there was nothing"
John Lennon

13 comentários:

Jôka P. disse...

...e 45 anos sem Marilyn Monroe.

Tom, um ser diferente... disse...

Eu tenho saudades dos filmes que eu via na Sessão da Tarde. Adorava o sedutor Elvis e suas fantásticas aventuras pelo Hawai!
Beijos e bom fim de semana!

Andréa N. disse...

Laurinha, pra ser sincera eu não era muito fã do ar cafajeste dele, e acho que o que contribuiu foi minha mãe, que passou a vida invocada com ele por conta de uma entrevista que ela tinha lido quando era jovem, onde ele dizia que não fazia questão de ir tocar para os fãs no Brasil (ou em qualquer outro lugar). Acho que minha mãe acabou me passando essa birra por ele. Porém, eu e o marido ADORAMOS o som que ele fazia, claro, e estamos sempre ouvindo por aqui. Bela homenagem a sua. Acho Las Vegas a cara dele! Beijos.

angela disse...

eu adoro Elvism pq meu pai tb adora, tem muitos filmes, e lembro bem, todo sábado de manhã, enqto lavava o carro, meu pai colocava o vinil do Elvis tocando a todo volume, eu já acordava com ele....

Jôka P. disse...

Laurinhha, já postei as fotos da festa a fantasias que produzi, achei que você iria curtir dar uma sacada, né !

Laura disse...

Joka, Marilyn morreu em 62, nao foi? Um anos de JFK! Tambem sou fanzona dela.

-

TOM, assisti TODOS os filmes de Elvis. Tambem adorava. Tenho saudades da Sessao da Tarde. Tem gostinho de infancia.

-
DEA, eh porque Elvis era matutao do Tennessee. Matutao cheio da grana. Ja viu a casa dele Graceland? Tem uma decoracao super tacky. Eu amo a musica dele!
-
ANGELA, obrigada pela visita. Tambem cresci numa casa ouvindo discos de vinil antigoes. Meus pais tem uma colecao invejavel de musicas do tempo deles. Muito legal isso! Volte sempre.

Janaina de Almeida disse...

Ah,menina, quanto tempo não venho aqui e tenho essa surpresa de elvis Presley,ele é demais.
fico impressionada que para muitos Elvis é uma religião, tendo até juízes de paz vestiods à caráter,eu admiro muito isso.
E especulações à parte, que é um tal de gente procurando pelo em ovo,Elvis não morreu, pois ele é eterno,perdeu avida mas não a alma.
Um forte abraço e Feliz Dia dos Pais.
Mudei de endereço:www.assuntosetc.blogspot.com.
Beijos.

cilene disse...

Oh laurinha vc fez um post lindo sobre o Elvis.eu gosto muito dele, das musicas dos filmes..era apaixonada por ele

LAURINHA disse...

Oi XARÁ!!!!!!!!!
poxa adorei sua visitinha, que legal!!!Que coincidência vc tem parentes aq em Alagoas,sou pernambucana mas moro aq há 25 anos, quem sabe nao conheço sua prima? na mesma área...é bem provavel...mts coincidencias né???!!!! legal, legal.....
Também gostei muito do seu blog super interessante, qto ao meu, ainda tô engatinhando....heheh
aparece sempre tá???!!! aguardo as visitinhas e os comentários tb!!!!

bjsssssss e mto prazer Laurinha........!!!!

Cynthia Zanon disse...

Também sou DOIDA pelo Elvis...
Acho que ele era carismático, lindo, gostoso...ai!
Ele morreu no ano que nasci...
Uma pena...grande perda.
Gostei das curiosidades...sabia que ele era loiro, mas não sabia que nunca fez nenhum concerto em outro pais.
Bjs,

Naldy disse...

Laurinha, Elvis era o máximo!
A vida sem ele não é a mesma coisa.

Mariposo-L disse...

Iai , Laurinha tudo bom ????
sabe que nunca fui muito com o Elvis, e pelo jeito não faz a mínima diferença agora ... afinal Elvis não morreu. Está vivo em algum manicômio ? boato ou verdade ?

Tom, um ser diferente... disse...

Ei muié!
Saudade de tu!
Beijo, beijo, beijo...
Tom

Arquivo

   
eXTReMe Tracker